FANDOM


Mythos6.png

A representação de Pulse na mitologia oficial.

O Criador (chamado de Deus (, Kami?) na versão japonesa, “Maker” em inglês) é um termo que se refere ao ser que criou os fal'Cie em Final Fantasy XIII e também os dois mundos de Gran Pulse e Cocoon. Eventualmente, o criador deixou o mundo, o que deu início aos acontecimentos que levaram à Final Fantasy XIII. Reverenciado Pulse é o nome dado ao Criador em certos Analectos descobertos sobre Pulse, e o mundo também foi nomeado a partir do fal'Cie.

O termo "criador" não se refere a uma divindade em particular. Para os fal'Cie de Cocoon, seu criador é Lindzei, enquanto para os fal'Cie de Gran Pulse, o seu criador é Pulse. É implícito que ambos grupos de fal'Cie querem se reunir com os seus respectivos criadores. Outra figura que o termo também pode se referir é Bhunivelze, o deus que criou Pulse, Lindzei e Etro, e, assim, Bhunivelzse é o criador do mundo e de todas as coisas através de suas três criações. O Final Fantasy XIII Ultimania Omega ainda confirma que os fal'Cie estão procurando por seus respectivos deuses, o que influência mais ainda que "Criador" não se refere a um único ser.

Registro de DadosEditar

Nós há muito tempo realizamos a meta das escavações intermináveis dos fal'Cie para a expansão do espaço inabitável do mundo - a criação de novas terras com as quais irá honrar os deuses. Mas eu afirmo que isso seja falso. Seus métodos carecem a ordem de espera, se fosse esse o seu propósito, e além do mais, os deuses que honrariam há muito partiram deste mundo.

Proponho uma explicação diferente: os fal'Cie estão caçando. Se eles procuram uma maneira de recordar os deuses ou a viagem ao lado deles eu não posso dizer, mas eu acredito que os fal'Cie buscam suas divindades perdidas. Eles procuram na terra, no céu, e até mesmo em lugares profundos, buscando uma porta de entrada para o Divino.

Alerta de spoiler: Detalhes sobre a história a seguir.

HistóriaEditar

O principal esquema dos fal'Cie de Cocoon, supervisionados por Barthandelus, é destruir Cocoon para chamar o Criador de volta ao mundo. Os fal'Cie acreditam que o Criador passou pelo Portão de Etro, a Porta das almas que liga mundo com o Reino Invisível, o lugar para onde os mortos vão. Os fal'Cie acreditavam que, ao matar milhões de pessoas ao mesmo tempo, a onda de almas que iria fluir forçaria o Portão a se abrir. Quando eles tentaram isso no passado, o esquema resultou em fracasso pela intervenção de Etro.

Em Final Fantasy XIII, os fal'Cie diziam que tinham um objetivo em comum de encontrar a porta para o Mundo Invisível, mas o Final Fantasy XIII Ultimania Omega sugere que mesmo se eles achem que não podem encontrar seu Criador, e que os deuses podem manipular os fal'Cie para fazê-los querer encontrá-los e, assim, procurar o Portão, pois esse é o desejo das divindades.[1]

Lightning e seus companheiros não sabem sobre o Criador até encontrarem Cid Raines na Quinta Arca, onde o mesmo explica que os fal'Cie desejam usar Cocoon como um sacrifício para fazer o Criador voltar. Eles não podem destruir Cocoon pois estão vinculados à sua criação e manutenção, por isso, em vez disso, usam l'Cie marcados por Pulse como ferramentas, com o Focus de o destruir em seu lugar.

Mais tarde, Bathandelus dá para eles uma escolha - eles podem permitir que Cocoon seja destruir a partir do interior através do conflito entre a fera de Pulse, a Cavalaria e a PSICOM, ou enfrentar Orphan, o fal'Cie que segura Cocoon em seu lugar, acima de Gran Pulse, e permitir que o mundo morra sem dor. Após o retorno a Eden, eles veem poeira de cristal no ar, que significa o vinda do Portão de Etro, e Barthandelus vê isso como um sinal do retorno do Criador.

Quando o grupo derrota Barthandelus, eles despertam Orphan, que os obriga a destruí-los. Após a destruição de Orphan, Fang e Vanille salvam Cocoon, se transformando em Ragnarok e erguendo um pilar de cristal para parar a queda de Cocoon em Gran Pulse.

Fang e Vanille permanecem em Estase Cristalina dentro do pilar, e são seguramente removidas de seu núcleo quando o pilar de destrói centenas de anos mais tarde e Cocoon é finalmente destruído. Apesar do seu plano para abrir o Portão de Etro é semelhante ao dos fal'Cie, o objetivo de Caius Ballad é matar Etro, com o qual consegue depois de ter o seu coração do Chaos destruído. O equilíbrio entre o Mundo Mortal e o Mundo Invisível é quebrado, e, com o rompimento do Portão de Etro, o Chaos de Valhalla sangra em Gran Pulse, e com o tempo o transforma em Nova Chrysalia. Isso desperta o deus Bhunivelze, o criador das divindades Pulse, Lindzei e Etro. Como os fal'Cie de Cocoon desejaram que acontecesse depois que encontrasse seu Criador, Bhunivelze planeja criar um novo mundo depois de Nova Chrysalia ser destruío, mas ele precisa da ajuda de um Salvador para guiar as almas da humanidade para o novo mundo.

TrivialidadesEditar

  • Na versão japonesa, personagens se referem ao Criador como "Deus".
  • Antes do lançamento, a versão em inglês de Criador, "Maker", foi romanizada incorretamente como Moktar.

ReferênciasEditar

  1. http://thelifestream.net/forums/showthread.php?t=9425

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória